FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
17-Ago-2021 09:33
Plano São Paulo

Estado elimina restrições e libera capacidade de 100%

Com o avanço da vacinação nas cidades paulistas, o Estado de São Paulo entra hoje (17) na chamada fase da Retomada Segura, do Plano São Paulo. Com isso, a expectativa é eliminar todas as restrições de horário e liberar atendimento presencial com capacidade de 100%, mas com manutenção das regras para uso de máscaras, distanciamento e protocolos de higiene.

Segundo o governo estadual, na Retomada Segura, as regras gerais e setoriais de segurança sanitária continuarão as mesmas da fase de transição e válidas para os 645 municípios. “As prefeituras vão manter autonomia para determinar rigidez de restrições se as circunstâncias locais da pandemia e capacidade hospitalar tiverem piora”, informa o Estado.


Deste modo, ontem foi o último dia das restrições de horário e de público para os comércios e serviços no Estado de São Paulo. Entre os dias 1º e 16 de agosto, comércio e demais atividades econômicas puderam funcionar com 80% da capacidade.

No mesmo período, o limite de horário de funcionamento de comércios, serviços em geral e espaços religiosos era até meia-noite. Na ocasião, também deixou de existir o toque de recolher durante as madrugadas.

Eventos esportivos e culturais
Também ontem (16), o governo estadual anunciou, em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, que o Grande Prêmio São Paulo de Fórmula 1, que acontecerá de 5 a 7 de novembro, terá 100% de público, mas somente para pessoas vacinadas para a Covid-19.

Ainda foi anunciado na coletiva de imprensa que o público deverá voltar aos estádios de futebol do Estado de São Paulo a partir do dia 1º de novembro.

Além disso, o governo estadual já havia anunciado a retomada dos eventos no Estado também a partir de hoje. A medida acompanha a flexibilização do comércio e serviços anunciada no fim de julho.
Assim, de hoje em diante serão liberados, sem restrição de público, feiras corporativas, convenções, congressos, exposições em museus e eventos sociais, como casamentos, jantares, festas de debutantes e formaturas.


O uso de máscara, o distanciamento mínimo de 1 metro e a adesão aos protocolos de higiene continuam obrigatórios. A testagem não será exigida, mas os eventos podem ser multados em caso de aglomeração.

Casas de show que funcionam como restaurantes ou de outras formas autorizadas pelo Plano São Paulo serão permitidas, desde que seja possível estabelecer o distanciamento entre pessoas.

Continuam proibidos os shows de médio e grande porte e festas em casas noturnas. A fiscalização dos eventos caberá aos municípios, mas estão previstas frentes de fiscalização com o Procon e as Polícias Civil e Militar.

O anúncio da retomada ocorreu após a realização do primeiro de 30 eventos testes no Estado -- a Expo Retomada, que reuniu cerca de 1,5 mil pessoas entre 21 e 22 de julho em Santos, com o objetivo de analisar a viabilidade das feiras corporativas sob protocolos sanitários.

O uso de máscara foi obrigatório, assim como o distanciamento de 1 metro e testes rápidos na entrada do evento. O governo estadual também comemorou ontem o chamado Dia da Esperança, data que marca o encerramento da imunização de adultos em todo Estado.

Porém, nem todas as 645 cidades paulistas já terminaram a vacinação contra a Covid-19 até a faixa etária de 18 anos ou mais. Sorocaba, por exemplo, vacinou ontem os jovens de 20 anos ou mais, e os de 18 anos devem receber a primeira dose da vacina contra a doença até sexta-feira (20). 

Jornal Cruzeiro do Sul