FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
14-Jun-2016 00:00 - Atualizado em 15/02/2017 11:59

Montadores das Casas Bahia enfrentam retaliação por parte da empresa

,
Os montadores reclamam de assédio moral praticado pela empresa, com humilhações diárias ao serem ignorados pela Casas Bahia
Na manhã desta terça-feira (14/06), na sede do Clube dos Comerciários, aconteceu uma reunião com cerca de 18 montadores das Casas Bahia de Sorocaba para tratar das questões que envolvem esses trabalhadores e que se arrastam há cerca de dois meses.

Os montadores reclamam de assédio moral praticado pela empresa, com humilhações diárias ao serem ignorados pela Casas Bahia, que após ameaçar dispensá-los para contratação de uma terceirizada, os mantiveram no quadro por pressão do sindicato, mas não repassam serviço de montagem a eles.

Os pedidos estão sendo repassados diretamente à terceirizada, diariamente, ignorando os montadores registrados que se aglomeram na empresa todas as manhãs à espera do trabalho.
"Eu me sinto humilhado todos os dias, fico lá várias horas esperando e recebo apenas um pedido de montagem. Acho que isso é assédio moral", desabafou um dos trabalhadores que preferiu não ser identificado.

De acordo com o Dr. Carlos Eduardo Leite, advogado do sindicato que participou da reunião, essa diminuição de repasses de montagem vai refletir nas férias e 13º. dos montadores também, portanto, não está prejudicando apenas o salário imediato desses trabalhadores, mas sim com reflexos maiores.

O sindicato, por meio do departamento jurídico, vai acionar o Ministério do Trabalho e Emprego novamente, e também a Justiça do Trabalho, com uma Ação Civil Pública pedindo ressarcimento. A intenção do Dr. Carlos Eduardo, ainda, é conseguir com que o juiz ouça os trabalhadores para tomar uma decisão sobre o problema.

Sandra Navarro - Coordenadora de Comunicação/Sincomerciários