FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
06-Out-2020 10:00 - Atualizado em 10/10/2020 18:52
Manifesto

Motta assina manifesto da CNTC diante do falecimento de comerciária no local de trabalho

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), Luiz Carlos Motta, assina manifesto de pêsames à família de Elane de Oliveira Rodrigues, de 21 anos. A comerciária morreu sexta-feira, 2, em São Luís, capital do Maranhão, quando gôndolas do Mix Mateus Atacarejo desabaram sobre ela e mais oito pessoas. Providências jurídicas e preventivas também estão sendo exigidas junto à empresa. Leia na íntegra:

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), entidade representativa de cerca de 12 milhões de trabalhadores no comércio e de serviços, cumprindo seu papel institucional de defesa da categoria, manifesta pesar da categoria comerciária e grande tristeza com o falecimento no exercício de suas atividades de Elane de Oliveira Rodrigues, de 21 anos, comerciária, e expressamos nossa solidariedade aos familiares e amigos.

Um desabamento de prateleiras cheias de produtos no estabelecimento Mix Mateus Atacarejo, localizado na Curva do 90 no bairro do Vinhais, em São Luís, no Estado do Maranhão, ocorrido na última sexta-feira (2/10), em São Luís, no Maranhão, além de ceifar a vida da jovem comerciária Elane, de forma violenta e deixou mais 8 pessoas feridas.

De acordo as notícias divulgadas o acidente ocorreu por volta das 20h, quando uma das prateleiras do atacadão Mix Mateus Atacarejo desabou e acabou derrubando em sequência outras prateleiras, em uma espécie de efeito dominó.

A jovem Elane de Oliveira Rodrigues tinha apenas 21 anos, e ainda muitos sonhos a serem realizados, os quais foram interrompidos por alguma falha de segurança nas instalações do local de trabalho, onde a comerciária executava suas funções.

Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor. Que a luz e o amor divino pairem sobre a alma de quem sofre esta imensurável perda, e os console e lhes dê serenidade para atravessar esta tempestade.

A CNTC confia na apuração pelas autoridades competentes sobre a causa do acidente e os responsáveis por possível imprudência, imperícia ou negligências no cumprimento das normas de segurança no ambiente de trabalho sejam responsabilidades nos rigores da lei.

Colocamo-nos ao dispor das autoridades competentes para auxiliar no nosso compromisso de atuar na defesa da vida e do trabalho digno dos trabalhadores no comércio e na garantia de um ambiente de trabalho seguro e saudável.

Por fim, repudiamos a falta de prevenção da empresa Mix Mateus Atacarejo para evitar a tragédia ocorrida, a qual tem a obrigação e a responsabilidade social pela segurança e bem-estar de seus trabalhadores e dos clientes e a ocorrência da tragédia ocorrida indica que as medidas de controle de risco eram inadequadas ou insuficientes.

Esperamos que a empresa já tenha adotado as providências de registro da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) a Previdência Social, e lance medidas preveníveis para evitar os fatores de risco presentes no ambiente de trabalho e de consumo. Pois, a todos interessam a prevenção dos infortúnios para que as vidas sejam asseguradas com dignidade humana.

Portal Fecomerciários SP