FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
30-Out-2021 07:07 - Atualizado em 02/11/2021 10:41

Pela valorização dos comerciários

Talvez você não conheça o proprietário da loja ou da farmácia onde costuma fazer as suas compras do dia a dia. Mas, com certeza, conhece quem está lá na linha de frente, fazendo o atendimento com atenção e carinho e te ajudando a escolher e a decidir o que comprar. Essa pessoa é o comerciário que faz parte de uma categoria de 12 milhões de profissionais, maior do que a população de Portugal, da Grécia ou da Bolívia, só para citar alguns exemplos. No Estado de São Paulo, são 2 milhões e 700 mil comerciários. 

Regulamentação  

Neste dia 30 de outubro, os comerciários comemoram o seu dia. A data foi escolhida em homenagem às reduções da jornada de trabalho que aconteceram em dois momentos, mas sempre no mesmo mês e dia. O primeiro, no Rio de Janeiro, então capital do Brasil, em 1911. A jornada foi reduzida de estafantes 12 horas diárias de trabalho para dez horas diárias. O segundo momento aconteceu em 1932, quando o presidente Getúlio Vargas reduziu a jornada para oito horas. Em 2013, após uma longa batalha das entidades sindicais comerciárias de todo o Brasil, conseguimos a regulamentação da profissão e o reconhecimento do Dia do Comerciário pela então Presidente da República Dilma Roussef.  

Gratificação 

Entre outros avanços, a regulamentação da profissão é a segurança de vários direitos como registro em carteira de trabalho, jornada de trabalho de oito horas diárias (44 semanais) e manutenção e fixação de pisos salariais por meio de Convenção e Acordo. Os comerciários também conquistaram o direito de uma gratificação que pode ser em dinheiro ou folga, correspondente a um ou dois dias de trabalho, a depender do tempo da contratação. Nem todos, no entanto, conhecem esse direito, mais do que merecido. Essas conquistas vem de longe. São o resultado da moderna estrutura sindical que organizou e unificou o sindicalismo comerciário a partir de 1939 com a criação da Federação dos Comerciários do estado de São Paulo.  

Maior categoria 

Na semana do comerciário, a Fecomerciários e seus Sindicatos Filiados, estão homenageando, esta, que é a maior categoria de trabalhadores urbanos do Brasil. Também estão sendo exibidos nas redes sociais, vídeos e peças que relatam a história das conquistas e algumas curiosidades. Uma das peças mostra o deus grego Hermes ou Mercúrio na mitologia grega, considerado o deus das vendas. O capacete alado usado por este personagem foi adotado como logotipo da Federação.  

IV Romaria  

Ainda durante a semana serão realizados vários sorteios, presenciais e virtuais. No sábado (30), vamos realizar a tradicional Romaria ao Santuário de Aparecida, já em sua quarta edição, sempre respeitando os protocolos sanitários. Como nem tudo é festa, lá vamos reforçar nosso pedido à Santa Padroeira do Brasil para proteger a saúde dos comerciários, que, pela natureza da profissão, são expostos à contaminação da Covid-19.

Campanha salarial 

Irmanados na fé também vamos recompor as nossas energias para vermos atendidas as nossas principais reivindicações da Campanha Salarial 2021/2022, como reajuste pelo INPC, aumento real e a introdução da cláusula sobre fornecimento de vale gás, mais do que necessária em função das circunstâncias econômicas provocadas pela crise sanitária. As datas-bases são 1º de setembro: comércio varejista e atacadista em geral e 1º de outubro: concessionários de veículos (Sincodiv) e gêneros alimentícios (Sincovaga). As negociações continuam. Nossas cláusulas resistem a retrocessos nas relações de trabalho. São justas e fortes, como são os comerciários. Parabéns a essa valorosa categoria que tanto orgulha o País.  

*Luiz Carlos Motta é Presidente da Fecomerciários e Deputado Federal (PL/SP)