FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
26-Dez-2019 12:10 - Atualizado em 26/12/2019 21:46
Direitos

Saiba se você tem direito ao abono salarial do PIS/Pasep

O profissional que, em 2018, trabalhou por pelo menos um mês, recebendo em média até dois salários mínimos mensais, tem direito ao abono salarial pago pelo PIS/Pasep.

E se fez aniversário entre julho e dezembro e ainda não sacou o valor, é possível receber de R$ 84 a R$ 998, dependendo da quantidade de dias trabalhados no ano-base.

Para retirar o benefício é preciso estar inscrito em um dos programas (PIS para trabalhadores da iniciativa privada e Pasep para servidores públicos) há pelo menos cinco anos e ter trabalhado no mínimo 30 dias em 2018, com carteira assinada e remuneração média de até dois salários mínimos.

Os nascidos entre julho e dezembro já podem retirar o abono do PIS na Caixa Econômica. Aniversariantes de janeiro ou fevereiro terão o dinheiro liberado em 16 de janeiro. Já o Pasep é pago conforme o último dígito da inscrição dos servidores públicos. As inscrições que terminam entre 0 e 4 estão liberadas no Banco do Brasil.

Independentemente do aniversário ou do dígito da inscrição, o prazo final para o saque do calendário 2019/2020 é o dia 30 de junho de 2020.

No caso do PIS, quem tem Cartão do Cidadão consegue sacar em qualquer lotérica ou caixa eletrônico da Caixa Econômica. Quem não tem o Cartão do Cidadão pode retirar o valor nas agências da Caixa, basta apresentar documento com foto. Os titulares de contas ativas na Caixa recebem o valor automaticamente.

O Pasep é depositado diretamente para correntistas do Banco do Brasil. Quem não tem conta no banco pode efetuar o saque na boca do caixa, em qualquer agência do Banco do Brasil, mediante apresentação de documento com foto.

O valor do PIS pode ser consultado no site da Caixa, pelo telefone 0800-7260207 e no aplicativo Caixa Trabalhador. O abono do Pasep é encontrado no site do Banco do Brasil e nos telefones 4004-0001 ou 0800-7290001.

O PIS (Programa de Integração Social) e o Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) são contribuições sociais que financiam benefícios concedidos a trabalhadores da iniciativa privada e servidores públicos, como o seguro-desemprego e o próprio abono salarial.

Agora