FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
18-Jan-2021 08:06
Vacina contra a Covid

Sorocaba divulga calendário de vacinação contra Covid-19

A Prefeitura de Sorocaba divulgou neste domingo (17), após a aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso emergencial das vacinas CoronaVac e AstraZeneca, o plano municipal de vacinação na cidade, previsto para começar na segunda-feira (25). A data, entretanto, ainda pode ser antecipada, segundo informou o secretário de Saúde, Vinicius Rodrigues, no Facebook.

A estimativa é de que 105 mil pessoas sejam vacinadas na primeira fase da campanha em Sorocaba. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) disse que uma nova reunião deve ser realizada sobre o assunto nesta segunda-feira (18). “Sorocaba está preparada para a vacinação. Temos mais de 1 milhão de seringas disponíveis, o que daria para vacinar todos os moradores hoje. Sabemos que não é assim e as vacinas serão priorizadas”, disse em uma live nas redes sociais.

De acordo com o cronograma, de 25 de janeiro a 5 de fevereiro serão vacinados trabalhadores da saúde, indígenas e quilombolas. De 8 a 12 de fevereiro, pessoas com 75 anos ou mais. De 15 a 19 de fevereiro, pessoas entre 70 e 74 anos. De 22 a 26 de fevereiro, pessoas entre 65 e 69 anos. E de 1º a 5 de março, pessoas entre 60 e 64 anos. As vacinas serão aplicadas nas 32 Unidades Básicas de Saúde da cidade e em um ponto de drive-thru. O endereço ainda não foi divulgado.

comércio, sindicato, benefícios, Divulgação
vacina sorocabaDivulgação

A Secretaria da Saúde está cadastrando idosos acamados, pessoas com mais de 60 anos, que necessitem de cuidados de saúde dentro de sua residência, pela impossibilidade de se deslocarem à UBS. O cadastro deverá ser feito pessoalmente em uma UBS por um membro da família ou cuidador do paciente.

Para o cadastramento do acamado para a vacinação, um responsável por ele precisa formalizar o pedido na UBS, fornecendo o nome, endereço completo e telefone do paciente. O cuidador ou familiar precisará estar munido do seu documento pessoal no ato da solicitação. Já, aqueles pacientes que são atendidos pelo SAD (Serviço de Atendimento Domicilar) ou Médico da Família, e que estão veiculados às ações de Estratégia de Saúde da Família (ESF) da SES, serão imunizados durante a campanha pelas equipes desse programa, não necessitando de cadastro.

A estratégia de vacinação só será definida e divulgada quando as doses chegarem a Sorocaba. Já estão planejadas várias estratégias que serão seguidas, de acordo com o número de doses. Dependendo do quantitativo, haverá ajuste na logística. O município possui mais de um milhão de seringas e 600 mil agulhas, que estão reservadas para essa campanha. Também há um estudo de uma estratégia para que os profissionais da educação possam ser inseridos no público-alvo prioritário da campanha.

A partir desta segunda (18), entra em operação o plano logístico de distribuição de doses, seringas e agulhas, com envio das grades para imunização de trabalhadores de saúde de seis hospitais de referência do Estado de São Paulo: HCs da Capital e de Ribeirão Preto (USP), HC da Campinas (Unicamp), HC de Botucatu (Unesp), HC de Marília (Famema) e Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme).

As unidades foram selecionadas para a fase inicial porque são hospitais-escola regionais, com maior fluxo de pacientes em suas áreas de atuação. Todos devem iniciar nesta semana a vacinação de suas equipes, que totalizam 60 mil trabalhadores. Cada hospital será responsável pelo preenchimento dos sistemas de informação oficiais definidos pela Secretaria da Saúde para monitoramento da campanha.

São Paulo começou a vacinar a população contra a Covid-19 neste domingo (17). A imunização teve início após a aprovação do uso emergencial da vacina do Instituto Butantan pela Anvisa. A primeira brasileira vacinada contra o coronavírus é Mônica Calazans, 54, enfermeira da UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. 

Jornal Cruzeiro do Sul