FECOMERCIÁRIOS CNTC União Geral dos Trabalhadores
Central de Atendimento: 15. 3212-7110
12-Ago-2019 10:30 - Atualizado em 12/08/2019 13:49
Sarampo

Sorocaba inicia vacinação de sarampo em crianças entre 6 e 11 meses de idade

saúde, remédios, medicamentos, Brasil, governo, vacina, sarampo, Divulgação
Vacinação contra o sarampoDivulgação
A vacinação de sarampo em crianças entre seis e 11 meses de idade começa nesta segunda-feira (12) em Sorocaba. O trabalho será feito nas 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade.

A nova medida acontece em decorrência do momento epidemiológico atual do Estado de São Paulo. Sorocaba já registrou 12 casos da doença em 2019. A estimativa é que 3.500 crianças dessa faixa etária sejam vacinadas.

De acordo com a Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), as crianças vacinadas entre seis e 11 meses de idade deverão se imunizar novamente. Elas precisarão receber a vacina SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola) quando completarem um ano.

Aos 15 meses, deverá ser feita a vacinação da Tetraviral (SCR-Varicela). O intervalo mínimo entre a vacina SCR aplicada nos menores de um ano de idade e a dose da vacina SCR aplicada a partir de 12 meses, deverá ser de 30 dias.

Além desse novo público, o esquema vacinal contempla pessoas entre 1 e 29 anos de idade (duas doses com intervalo mínimo de 30 dias). Também vai absorver pessoas entre 30 e 59 anos de idade (uma dose). Cidadãos com 60 anos ou mais de idade não precisam ser vacinados.

Na última sexta-feira (9), Sorocaba recebeu 4 mil doses da SCR, mas já solicitou ao Estado mais vacinas. Pois essa quantidade não será suficiente para realizar a vacinação de rotina e nas ações de bloqueio. Para consultar o endereço e o horário de funcionamento das 32 UBSs, basta acessar o link.

Recebimento de vacinas BCG e VOP
A Secretaria da Saúde (SES) recebeu nesta última sexta-feira (9) mil doses da vacina BCG e duas mil da VOP. Ambas se encontravam em falta nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Sorocaba. Ainda há ausência de vacinas Pentavalente, Tetraviral e DTP.

Sempre que o estoque fica reduzido, a Secretaria da Saúde de Sorocaba solicita ao Estado a reposição das doses. Até o momento não foi apontado a Sorocaba uma previsão para a entrega das vacinas com estoque zerado.

Jornal Cruzeiro do Sul